07/09/2011

"Planeta dos Macacos" ganha prêmio por não utilizar animais em filmagens


A maioria dos animais usados em entretenimento são tirados de suas mães ainda recém-nascidos e submetidos a métodos de treinamento baseados em medo, esforço físico e psíquico, em busca de reprimir o instinto natural.
Já o filme Planeta dos Macacos - A Origem, recém-lançado em todo o Brasil, não utilizou nenhum chimpanzé durante as filmagens, e por isso, a produção ganhou o Proggy, um prêmio da PETA entregue anualmente a pessoas ou empresas que se destacam pela defesa dos animais.



Para filmar o longa, o diretor Rupert Wyatt fez uso de tecnologia de captura de movimento, em que os atores são ligados a sensores que captam suas expressões e ações. Cada um dos animais que apareceu na película foi fruto de criação gráfica.
A própria história do filme está ligada a questões de maus tratos. No longa, uma empresa de estudos contra o Alzeimer realiza testes em chimpanzés e, sem saber, dá cria a um filhote geneticamente modificado. Com sua inteligência, o chimpazé César é tão humano quanto os atores reais e consegue tornar os espectadores aliados à sua revolta pelas péssimas condições a que são submetidos os da sua espécie.(EcoD)

3 comentários:

Anônimo disse...

muito bacana, merece reconhecimento por isso

Anônimo disse...

Esse filme é muitooooooo boom

Luiz Fernando disse...

Ainda bem que não utilizaram os animais nas filmagens, parabens pela iniciativa...

Postar um comentário

Não faça comentários com endereço de sites e blogs.Eles não serão publicados. Para contato envie um e-mail para karlaketylin@gmail.com e terei o maior prazer em responder.